Pages

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Diego Velázquez, um mestre da pintura barroca

Auto retrato velázques
Diego Rodriguez de Silva y Velázquez
Sevilha, 6 de Junho de 1599 — Madrid, 6 de Agosto de 1660

Num período em que a pintura, em geral, primava pelo retrato imparcial das figuras, Velázquez traz uma nova visão sobre essa arte. Artista barroco, cuidou de forma atenciosa as noções de equilíbrio, proporção, profundidade... Enfatizou a elaboração de retratos de integrantes da nobreza e a pintura de cenas históricas. Também retratou elementos da mitologia. Aplica fundos escuros e busca por detalhes, privilegiando as expressões faciais, buscando a individualidade de cada personagem retratado, para deixar a obra mais real possível. Tornou-se um artista exemplar para o Realismo e Impressionismo.
A ele é reconhecida a autoria de mais de cem obras, contudo, como raras vezes as assinava, muitas eram-lhe atribuídas sendo de outros artistas. Suas obras chamam a atenção pela aparente naturalidade, contudo, não são fruto da simples observação, mas de uma árdua elaboração intelectual, na busca de uma representação ideal do mundo em formas ideais.

Velázques
A Forja de Vulcano
Observa-se a atenção ao detalhe desde uma simples jarra posta à prateleira ao fundo da cena até a expressão facial de suas personagens. Característica marcante de Velázquez.

Velázques
A Rendição de Breda
A cena apresenta grande quantia de personagens cujas posições dão profundidade à obra, podendo ser observada a noção proporcional daquilo que está atrás e a frente. Outro ponto interessante nas obras de Velázquez aqui possível de ser observado é o olhar da personagem... muitas vezes voltado à frente, como que posando para o pintor...

Velázques
As Fiandeiras
Aqui observa-se o fundo escuro, um meio de ressaltar a cena principal, estabelecendo o contraste claro escuro, tão recorrente no Barroco.

Velázques
As Meninas
Obra reconhecida como ponto alto de Velázquez! Detalhes primorosos que vão das feições das personagens postas à cena às suas vestimentas. O contraste claro escuro como forma de estabelecer a profundidade ao quadro. Observa-se também a presença da metalinguagem através da presença do próprio Velázquez, pintando uma tela ao canto do quadro. Nota-se que há, portanto duas obras na cena: a cena em si, e aquela que está sendo pintada por Velázques, ou seja o casal que se pode ver refletido no espelho ao fundo do quadro.

Velázques
Cristo na Casa de Marta e Maria
A temática religiosa, sempre presente na arte Barroca, está aqui retratada. Reparem nas marcas de expressão nas faces e mãos da figura idosa. Perfeito!

Velázques
Infanta Margarida da Áustria
Retrato de figuras da nobreza, buscando detalhes que pudessem mostrar a realidade da época. Nota-se a ateção de Velázquez nas rendas do vestido e na delicadeza das mãos.

Velázques
O Príncipe Baltasar Carlos Caçador
Aqui além da figura em primeiro plano temos a paisagem de fundo. As montanhas ao fundo formam uma composição harmônica com o todo.

Velázques
O Triunfo de Baco
Um conflito presente em todo o Barroco: a religiosidade e a cultura pagã! Os dois temas são caros à estética barroca e se fizeram presentes na obra de Velázques. Aqui temos Baco em triunfo em meio à bebida e às videiras. E, novamente, podemos notar o olhar da personagem à direita de Baco, como que atento a algo que se passa à frente, pousando para a foto, ou contemplando aquele que lhe contempla.

Velázques
Retrato do Papa Inocêncio X
Um dos principais objetivos da pintura da época era retratar cenas e pessoas, aqui um exemplo de retrato do Papa Inocêncio X, com as vestes papais.

Velázques"
Sebastián Morra
Era bastante comum nesse período os anões servirem como acompanhantes de crianças e membros de famílias abastadas. Eram bastante populares e animados. Em As Meninas, podemos ver também uma anã, de vestido escuro, entre as crianças.

Velázques
Vênus no Espelho
Aqui mais uma referência à mitologia. A nudez de Vênus não é fato isolado na obra de Velázquez, outros nus foram pintados por ele. Chama atenção os detalhes: as dobras dos tecidos, o arranjo do cabelo e, principalmente, a dobra posterior da perna na altura do joelho... Muito cuidado na composição e realização da cena


"A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível."
Leonardo da Vinci

Uma semana artística para todos!
Beijinhos...



3 comentários:

Imaginante disse...

Puxa, duas postagens maravilhosas, uma com a arte em som de Maysa e outra com a arte em cor de Velázquez. Realmente teu blog é uma obra de arte digital que a cada dia cresce mais e melhora a cultura de muita gente. Parabéns por ser assim.


Imaginante.
Ps- que bom que gostou da postagem dos ovos.

Nina Dias disse...

Clau, que quadros lindo, um dos que mais gostei, foi o da infanta Margarida , que detalhes do vestidos, o brilhos, que maravilha! bj Nina

Iranilde Brissant disse...

Olá Clau, maravilhosas essas pinturas, ví e reví várias vezes...um encanto.
Aliás, as quatro últimas postagens estão "o máximo"!!
Beijo grande.
Iranilde

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...