Pages

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

31 de janeiro, Dia Mundial do Mágico

Tirar o coelho da cartola já virou expressão idiomática. Mais que uma das mais tradicionais ilusões criadas pelos mágicos, esta se tornou uma expressão de múltiplos significados. Dessa forma todos sentem-se um pouco mágicos em sua realidade cotidiana, mas acontece que se têm esquecido sua origem.
No dia de hoje, 31 de janeiro, é comemorado o Dia Mundial do Mágico, então vamos lembrar um pouco desses que tanto animaram pessoas com suas ilusões. A data é a da morte de São João Bosco, que, ao que consta, também era mágico, tornando-se o padroeiro desses profissionais.
Mágicos são artistas que trabalham com a arte de iludir, de criar ilusões que surpreendem, parecem escapar à lógica e enganam os nossos sentidos e, sobretudo, a nossa visão. Por isso se diz que as mãos do mágico devem ser mais rápidas que os olhos de quem o assiste.
Um mágico nunca explica como um truque é feito. O mistério é tudo. É o que atrai e aguça nosso olhar e nossa curiosidade, que de tão ansiosos por decifrar o mistério ficam ainda mais suscetíveis à ilusão.
Antes da execução do truque ele nunca nos diz o que vai fazer. O elemento surpresa é fundamental para o impacto. Assim, nunca sabemos, antes da hora exata, o que esperar, para onde olhar e não podemos preparar nossos sentidos e emoções
Harry Houdini foi o mágico mais famoso pelo qual o mundo já foi iludido. Por isso, ainda hoje, seu nome é sinônimo da palavra mágico. Inicialmente fazia truques com cartas de baralho se apresentando em parques de diversão, nos Estados Unidos, no fim do século 19. No início do século 20, viajou pelo mundo apresentando números nos quais se libertava, diante do público, de algemas, cordas, correntes e cadeados, fechado dentro de caixas ou tanques. Conseguia ficar vários minutos sem respirar dentro d'água e chegou a representar seus truques para o cinema.
David Copperfield, mais recentemente, popularizou a mágica ao se exibir em programas de auditório e de televisão. E quem não se lembra do polêmico Mister M, que revelava o segredo de seus truques, quebrando a regra primordial do mundo da magia?
Se antes a mágica era vista em circos e parques de diversões, hoje sua popularidade a levou à televisão. Mas seja em que tempo for, sua essência continua a mesma: a mágica é uma ilusão e por isso é a arte de produzir fenômenos que parecem contradizer as leis naturais, mas que se formam dentro de uma rede de acontecimentos não só naturais como lógicos...
Seja como for, a magia, a ilusão e a fantasia acabam por dar novos matizes ao nosso mundo real. Resgatemos, então, a magia do mundo! E que no Dia Mundial do Mágico todos tenhamos muita magia no olhar e ousemos sonhar e acreditar nesses sonhos que nossas ilusões nos impõem!

2 comentários:

Marion disse...

Obrigada pelo comentário lá no blog. Não sabia do dia do mágico. E que legal que escreveste sobre essa arte...

Nina Dias disse...

Oi Clau, obrigada pelo incentivo! Um beijão querida, Nina

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...