Pages

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Hoje o Diabo anda solto pela terra

São Bartolomeu
Dia de São Bartolomeu

Bartolomeu ficou mais conhecido como Natanael, foi um dos doze primeiros apóstolos de Jesus. Bartolomeu nasceu em Caná, na Galiléia, uma pequena aldeia a catorze quilômetros de Nazaré. Era filho do agricultor Tholmai. Em hebraico a palavra “bar” que dizer “filho” e “tholmai” significa “agricultor”. Seu melhor amigo era Felipe e ambos eram viajantes, foi este amigo que o apresentou ao Messias.
Até este seu primeiro encontro com Jesus, Bartolomeu era cético e às vezes irônico com relação às coisas de Deus. Porém, depois de convertido, tornou-se um dos apóstolos mais ativos e presentes na vida pública de Jesus.
Ele teve o privilégio de estar ao lado de Jesus durante quase toda Sua missão na terra. Compartilhou do Seu cotidiano, presenciou Seus milagres, ouviu Seus ensinamentos, viu Cristo ressuscitado nas margens do lago de Tiberíades e, finalmente, assistiu Sua ascensão ao céu. Depois de Pentecostes, Bartolomeu foi pregar a Boa Nova. Encerradas estas narrativas dos Evangelhos históricos entram as narrativas dos apócrifos, isto é, das antigas tradições. A mais conhecida é da Armênia, que conta que Bartolomeu foi evangelizar as regiões da Índia, Armênia Menor e Mesopotâmia.
Superou dificuldades incríveis, de idioma e cultura, e converteu muitas pessoas e várias cidades à fé do Cristo, pregando segundo o Evangelho de São Mateus. Foi na Armênia, depois de converter o rei Polímio, a esposa e mais doze cidades, que ele teria sofrido o martírio motivado pela inveja dos sacerdotes pagãos. Estes insuflaram Astiages, irmão do rei, e conseguiram uma ordem para matar o apóstolo. Bartolomeu foi esfolado vivo e, como não morreu, foi decapitado. Era o dia 24 de agosto de 51.
São Bartolomeu São Bartolomeu
São Bartolomeu
(Estátua de São Bartolomeu, de 1562, de Marco D'Agrate, exposta na Catedral de Milão)


São Bartolomeu São Bartolomeu
(Estátua de São Bartolomeu, de Damien Hirst, Inglaterra.)

Dos doze apóstolos de Cristo é, sem dúvida, o mais "sem sal", pouco valorizado ou mencionado pela tradição cristã. Escassas são as referências a ele, contudo a tradição popular, sobretudo do nordeste brasileiro, atribuíram a seu dia uma nota bastante significativa: dia de São Bartolomeu, o dia em que o Diabo anda solto pela Terra. Segundo a crença popular, São Bartolomeu é o único capaz de dominar o Diabo e para evitar sua revolta o liberta em 24 de agosto, permitindo que ande em liberdade. Assim, São Bartolomeu tem em suas mãos as rédeas do Diabo! Somente ele o aprisiona ou o liberta! Ao se fazer um pedido ou uma oferta ao Santo, o povo lembra-se sempre do Diabo, para que ele não resolva vingar-se por ser menosprezado.
Segundo a tradição popular, neste dia não se pode fazer esforço ou trabalho pesado, devido ao risco muito grande de que ocorram acidentes. O vento bate forte e tudo movimenta-se num tempo e espaço incertos, algo cujos desígnos são diferentes daqueles que normalmente regem nosso plano.
Por esta razão, talvez, agosto tornou-se um mês emblemático em nossa cultura. Mês do cachorro louco, mês do desgosto, mês de desgraças... Seja como for, agosto realmente é um mês de acontecimentos marcantes na história...
(Trecho do filme La Reine Margot, de 1994, de Patrice Chéreau)

Em 1572, acontece o famoso massacre da Noite de São Bartolomeu, na França. Naquela noite, os católicos massacraram os huguenotes. Somente em Paris, três mil protestantes foram exterminados nessa noite. A violência estava espalhada por todo o país, o número de huguenotes mortos foi de dezenas de milhares.
Poucos dias antes, era calmo o ambiente na capital. Celebrara-se um matrimônio real, que deveria encerrar um terrível decênio de lutas religiosas entre católicos e huguenotes. Os noivos eram Henrique, rei de Navarra e chefe da dinastia dos huguenotes, e Margarida Valois, princesa da França, filha do falecido Henrique II e de Catarina de Médici.
Margarida era irmã do rei Carlos IX. Alguns milhares de huguenotes de todo o país – a nata da nobreza francesa – foram convidados a participar das festas de casamento em Paris. Uma armadilha sangrenta, como se constataria mais tarde.
São Bartolomeu
(Uma manhã nos portões do Louvre, século XIX, de Édouard Debat-Ponsan.)

A literatura espírita relata acontecimentos fantásticos posteriores à noite deste massacre. Em Os Gritos de São Bartolomeu, Allan Kardec relata os gritos e gemidos ouvidos por Carlos IX e outros cortesãos. Era como se um novo massacre acontecesse pelas ruas de Paris...
Há muita crendice em torno do mês de agosto: alguns acreditam que não se pode lavar a cabeça ao longo de todo o mês, pois se estaria chamando a morte; outros acham que quem casa em agosto fica viúva antes mesmo da lua de mel... Verdade é que muitos acontecimentos terríveis aconteceram neste mês: as bombas atômicas foram detonadas em Hiroshima e Nagazaki, a inauguração da cadeira elétrica nos EUA... E tantos outros... Alguns você pode conferir em Noite dos ventos, noite dos mortos, no Blog De repente, 30....
O vento sopra lá fora e entoa seu canto de mistério. O Diabo anda a solta nesse mundo de Meu Deus... Mas quem não o gosta de ver andando livre pelos caminhos e descaminhos de um grande sertão... Veredas... ou na astúcia de quem tenta o sábio pela sabedoria... oh! Fausto! ou que ensina um estudante, quase santo... Macário do Egito... Verdade é que ele tenta, ele espreita e ele seduz... Independente de religiosidade, o que seria do mundo sem o Diabo? Quem culparíamos por nossos pecados?
"O que não é Deus, é estado do demônio. Deus existe mesmo quando não há. Mas o demônio não precisa de existir para haver."
(Guimarães Rosa)

Hoje peço proteção a São Bartolomeu para sair à rua, que coloque aquele que está a seu domínio para minha proteção e nunca para fazer mal...

Beijinhos a todos...
Que Deus e São Bartolomeu os protejam...





2 comentários:

K. disse...

Clau!
Achei muito interessante a postagem de hoje. Não sabia tantos detalhes sobre a vida de São Bartolomeu... Gosto muito do blog e acho que tu te "puxas" a cada dia!
Parabéns! :D
Um beijão. Karina.

Nile e Richard disse...

Oi Clau.
Gostei muito do seu texto.
Sinceramente não conhecia a história de São Bartolomeu na íntegra.
O video é ótimo.
bjtos.Nile.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...